Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Tava Capaz De Os Morder A Todos!!!!

Ah pois é! Se apanho os "senhores bosses" da carris, não me responsabilizo pelos meus actos insanos. Então não é que andam a alterar percursos sem avisar ninguém?!?

 

De manhã tive uma reunião de avaliação e, assim que finalizasse, tinha de ir para o convento ensaiar os "anjos". Até nem me estava a correr mal o trajecto: autocarrinhos mais ou menos seguidos, sem grande tempo de espera e tal... até que apanho o 16!

Reparei que ele não ia até ao fim da linha mas para mim não fazia qualquer transtorno. E também reparei que dizia "encurtamento". Ignorei. Associei à redução do percurso.

 

Quando cheguei ao fim da "redução do percurso" é que me caiu o queixo ao chão.Eu parecia mesmo uma parvalhona, se é que não sou, a falar com o motorista de incrédula que estava. Então o "sinhor" motorista informou-me que iam alterar o percurso, que passaria ir só até ali ou ficaria por S. Sebastião. Acho que soltei chispas pelos olhos e os palavrões que disse mentalmente, foram percebidos pelos "sinhor" motorista que devia ser telepata, pelo que me remeteu para a net para qualquer esclarecimento. Só cá entre nós que ninguém nos houve... no site não tá lá nadaaaa...!

 

Apanhei o outro autocarro para o convento completamente traumatizada, atordoada e outras coisas terminadas em -ada, como por exemplo, furiosa! Eu sei que não tem nada a ver mas apeteceu-me dizer esta palavra.{#emotions_dlg.lol}

Quando o autocarro curva para o convento, estavam a esfuracar a estrada toda... Ó valha-me Santambrósio e mais a santa da cabra-mor! Não me digaam que tenho de ir a penantes (é mesmo a penar!) até à residência celestial...!  Mas não... os "sinhores policeménes" mandaram passar por cima da placa que tapava o buracão. Mas quase que acímos lá dentro, devo dizer...

 

Agora ponho-me eu a pensar num cartaz de auto-promoção e "engana tolos" que a carris tem escarrapachado nos placards dos autocarros... Ah e tal "andamos a pensar em si", é a "pensar em si" que não sei o quê ou "a si muito obrigado". Ora se fossem todos plantar batatas não era mal pensado!

 

Então é a pensar em nós que nos cortam o percurso do 16 a meio? E que nos vão fazer acordar mais cedo para apanhar um autocarro extra (para mim será o nº 4!)? Isto é que é pensar em nós, utentes, desgraçados que temos que ir vergar a mola de autocarro e quando chegamos ao trabalho já estamos mais mortos que vivos com tanta mudança?

Não se terão enganado e em vez de "andamos a pensar em si" não quererão dizer "andamos a pensar em nós"? Em como lixar os utentes mas pouparmos uns trocos porque o combustível até está caro?

 

Com "papas e bolos se enganam os tolos", diz o povo, mas neste caso é mais "com falinhas mansas e cortes de percurso" se enganam os utentes... Grrr!

 

Ooops!... Sorry!

Hoje fui ao meu colégio do buraco financeiro tentar saber qual iria ser o meu horário no próximo ano lectivo e tomar um cafezinho com uma colega minha amiga que se vai embora de lá.

 

Fui e vim de transportes, como sempre, mas diga-se de passagem que hoje andavam todos atrofiados. Não sei se é de ser 6ª feira ou se é de ainda se respirar uma brisa a férias.

 

À vinda para casa, vinha o bus cheio. Vislumbrei um lugarzinho e, com delicadeza, pedi licença para passar. O que eu não sabia é que a minha companheira de viagem, era uma menina daquelas que tem a peida (desculpem a expressão) pesada.

 

Em vez de V. Exa. levantar o respectivo backside, não, rodou apenas os palitos, quer dizer, as pernas para o lado. Assim que eu dei um passo em frente, o bus arranca! Pois claro que dei uma mini pisadela, de raspão, à Sodona heavy backside. Ela fez uma expressão de incredulidade soltando um “ah” e eu desfiz-me em desculpas a que ela nem respondeu.

 

Lá fui eu encolhida no meu lugar, a congelar com o ar condicionado do bus. E só então reparei que a Sodona heavy backside não se conseguia mexer do lugar devido ao calhamaço – entenda-se livro -que trazia no colo a ler. Cheguei à conclusão que ela não se tinha conseguido levantar devido ao peso do livro. Eu explico: a Sodona heavy backside era tão fininha que um livrito de 300 páginas era mais pesado do que ela!

 

E ainda por cima tinha uma pose de Sodona lady: pernas cruzadas e muito direitinha no banco. Imaculada! Mas o que estragava tudo era a posição. Ou a moça tinha falta de pontaria ou era torta de natureza. É que os palitos, quer dizer pernas, e os pés em vez de se alinharem com o corpo e apontarem para a frente, estavam em diagonal, ocupando metade do “largo” corredor traseiro do bus da carris. É claro que todas as pessoas tropeçaram nela.

 

Agora pergunto eu: será que a moça tinha falta de pontaria ou era torta de natureza? Numa hipótese mais rebuscada, será que ela tinha falta de “contacto” humano?